O melhor eu possível​
Este exercício vai desafiá-la(o) a projetar-se no futuro, refletindo sobre o seu melhor eu possível (“Best Possible Self”)

Como fazer?

Imagine um período de vida no futuro. Qual é a melhor vida possível que pode imaginar? Para a(o) ajudar, pense nas áreas de vida mais relevantes para si (família, carreira, vida social, propósito…). Como seria o seu melhor EU possível? Escreva continuamente sobre como imagina que seja esse melhor futuro. Não importa quais sejam os seus maiores obstáculos presentes. Imagine um futuro brilhante no qual é o melhor de si e onde as suas circunstâncias são as mais adequadas a que essa vida aconteça. Seja específica(o) e escreva com detalhe o que vê, o que ouve, o que sente, onde está e com quem. Solte a sua imaginação. Dê-lhe liberdade e expressão!

Porquê?

Os estudos que avaliaram a eficácia deste exercício mostraram que ele produz resultados positivos no bem-estar (Loveday, Lovell, & Jones, 2016) e reduz o afeto negativo (Seear & Vella-Brodrick, 2013). A componente da escrita deste exercício é terapêutica, na medida em que lhe proporciona um senso de otimismo, confiança e competência. Além disso, é também uma forma de estabelecer objetivos para si. Ter uma visão clara do que quer ajudará a estabelecer prioridades e a criar um plano de ação.

 

Loveday, P.M., Lovell, G.P., Jones, C.M. (2016). The Best Possible Selves intervention: A review of the literature to evaluate efficacy and guide future research. J Happiness Stud., 19, 607-628. 

Seear, K. H., & Vella-Brodrick, D. A. (2013). Efficacy of positive psychology interventions to increase well-being: Examining the role of dispositional mindfulness. Social Indicators Research, 114(3), 1125-1141.

Subscreva a nossa newsletter

Não perca as nossas próximas atualizações