Forças 360º​
Desta vez, propomos-lhe que se predisponha a refletir sobre si e a escutar aqueles que o observam na sua esfera social, pessoal ou profissional.

Como fazer?

Complete o VIA – Values in Action Inventory of Strengths on line. 

Aceda ao questionário VIA online. Na barra do menu clique em Take Surveys e depois clique na opção VIA Survey. Não se esqueça de selecionar a língua portuguesa para fazer o questionário em Português. 

Este questionário é gratuito necessitando apenas que registe uma conta. No final do preenchimento do questionário irá receber o seu relatório de forças de caráter. 

As primeiras cinco forças constantes desse relatório são as suas forças de assinatura e portanto, aquelas que de acordo com a sua visão de si, você usa mais frequentemente. 

Agora use esta 24 Forças de Caráter Resumo e peça a amigos, familiares ou colegas que avaliem as suas forças. Entregue esta lista a cada uma dessas pessoas e peça-lhes que selecionem 5 forças que eles acreditam o caracterizam a si. Se puder vá mais longe e peça a cada uma dessas pessoas que lhe descreva uma situação ou exemplo que a(o) viram usar essa força. 

Compare depois com o seu relatório do questionário VIA. 

Reflita: Que diferenças nota entre a sua percepção e a percepção dos outros sobre as suas forças? Há alguma coisa que o surpreenda na percepção dos outros sobre si? Tem forças vistas pelos outros que não sabia que usava?

Porquê?

Porque ao ganhar conhecimento sobre forças que não identifica como suas e ao compreender como está a ser visto por outros contribui para o seu desenvolvimento e crescimento. Este conhecimento permite-lhe criar insights sobre si que antes não tinha (Niemiec, 2018). Aumentar a sua consciência sobre as suas possibilidades abre novos campos de ação e relação  levando a emoções positivas (Roberts et al., 2005). 

Porque perceber quais são as suas áreas fortes em diferentes contextos cria oportunidades para fazer diferente e melhor. 

Niemiec, R. M. (2018). Character Strengths Interventions. A field guide for practitioners. Hogrefe.  

Roberts, L.M., Dutton, J.E., Spreitzer, G., Heaphy, E. & Quinn, R. (2005). Composing the reflected best self portrait: building pathways to becoming extraordinary in work organizations. Academy of Management Review, 30, 712-736.